terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

... Arroba pontinho com ...


Neste domingo, como era primavera em Londres, choveu, ventou e fez frio. Por isso, fiquei em casa. Vendo jogo de futebol na televisão, vendo documentário sobre arte na televisão, vendo Arquivos Secretos na televisão. Como puderam notar, eu tenho televisão em casa. Televisão a cabo, vídeo, controle remoto, tudo que a tecnologia pertinente me dá direito. Não tenho — sou obrigado a confessá-lo, com uma certa vergonha —, não tenho computador em casa. Ou micro. Ou PC. 

Nem sei direito como chamá-lo, tão distante estou da tecnologia que, para mim, não pode ser mais de ponta. Mas tenho a intenção de me informatizar agora mesmo, em maio, e leio tudo que posso sobre o assunto. Na BBC, sei — mal e porcamente, feito se dizia — dar uma chegada aos jornais brasileiros, entrar na parte do correio eletrônico, bater um papo com os amigos distantes, todos eles muito, mas muito mais por dentro do que eu. Na verdade, quem não tem arroba no título vai de pontinho com. Nessa história de cibermilionários, conheço pelo menos duas pessoas que estão — mais uma vez usarei gíria antiga — estão "numa boa". 

Os dois vão montar, se é esse o verbo, um website. Os dois já me convidaram a participar com minha modesta colaboração. O dinheiro? Também não pode ser mais modesto. É a título especulativo. Deve dar um dinheirão, dizem — mas primeiro a gente tem que investir e encontrar patrocinador. 

Conheço esse problema. Desde meus tempos de publicitário e jornalista, o problema era esse: o homem do dinheiro, o anunciante, o patrocinador. Agora, em Seattle, estão decidindo algo importantíssimo, garantem-me. Algo a ver com monopólio, Bill Gates, Microsoft. Até sexta-feira, deverá sair uma decisão. Ficarei sabendo pela Net, numa de minhas internatações. Ou não deverei ficar sabendo. 

Pelo seguinte: um desses meus dois amigos, futuro milionário, precisava falar comigo semana passada. Recebi, aqui, em local de trabalho, um bilhete eletrônico pedindo para eu responder nele mesmo dando o endereço de minha residência em Londres. É que, na revista em que ele trabalha e dirige, os computadores pifaram e, em sua casa, em seu bairro, não havia luz, não havia energia. Ele queria falar comigo urgente sobre minha colaboração eletrônica. 

Não é que eu seja pessimista, mas, cá entre nós, dá para se desconfiar?

Ivan Lessa

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

... o Jogo e os jogadores ...

"Jogo. Palavra complexa se for levada ao pé da letra. Exige determinação, concentração, racicinio rápido, esforço máximo e vontade de vencer. Diria que é a grande chave do sucesso seja ele em qual for a modalidade.

No jogo aquela pessoa que não se acha grande coisa, pode mostrar que é o melhor, pode superar os que são tidos como "bambambans" em quase todos os aspectos. 

O jogador joga, e o jogo é jogado por ele. Sensação de vitória é a sensação de liberdade e de dever cumprido. Sensação de derrota é como se um membro fosse arrancado de seu corpo, é como se fosse um fracasso.

No jogo tem mocinhos e tem vilões. Os mocinhos são os queridinhos da galera, os que se destacam pelos seu brilho e determinação. Os vilões são os odiados, se pode por assim dizer, são os que tentam ferrar com os outros. Há também mocinhos mascarados e vilões por acidente, mas no fundo todos querem jogar e é ai que esta a emoção das coisas. "

Estela Eschner Mühl

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

... Democracia Sexual ...

Se você frequentou reunião dançantes, lá pelos idos dos anos 70, vai se lembrar. Era muito comum uma garota ser tirada para dançar e responder na lata: "não". Se era uma garota educada, dizia: "não, obrigada". Mas não havia um pingo de remorso na negativa. Ela não estava a fim. 

O cara que voltasse para seu lugar ou tentasse dançar com outra menina. Hoje todos dançam em grupo e também sozinhos, é só chegar e entrar na pista. As relações mudaram. Uma garota, por exemplo, já não precisa esperar para ser "pedida em namoro", como acontecia antes. As coisas rolam com mais naturalidade, e se ela estiver a fim do cara, é só falar. E ele tem todo o direito de responder: "não". Se for educado, "não, obrigado". 

Parece simples, mas muita gente ainda está engessado no tempo em que uma mulher podia negar um homem, mas um homem não podia negar uma mulher. Alguns homens ainda se sentem na obrigação de encarar um romance, ainda que por uma noite só, com uma mulher por quem eles não sentem absolutamente nada, mas que facilitou. E muitas mulheres ainda se sentem ofendidíssimas quando demonstram interesse explícito por um homem e ele recusa a oferenda. 

A revolução sexual acabou com esses rituais de caça e caçador. Se a caça se oferece para o abate mas o caçador não está com fome, ele tem todo o direito de deixar a chance passar sem que outros caçadores o rotulem de babaca e sem que a caça se sinta humilhada. Vivemos uma época em que alguns casais se unem pelo amor e outros casais se unem pelo desejo, estes últimos abrindo mão das idealizações e do romantismo. 

Quando surgiu a pílula anticoncepcional e os tabus sexuais caíram por terra, mulheres do mundo inteiro comemoraram a possibilidade de vivenciar romances leves, prazerosos e descompromissados, como os homens vinham fazendo por séculos. A conta, no entanto, não tardou a chegar: o convívio com a rejeição. O homem pode transar com a mulher numa noite e na manhã seguinte partir sem deixar o número do telefone, e as mulheres devem aceitar isso como parte do jogo. 

Uns ficam, uns vão. Lutamos muito para ter o direito de tirá-los para dançar. Agora temos que aprender a ouvir "não, obrigado" e não deixar que isso estrague o baile. 

Martha Medeiros

sábado, 11 de fevereiro de 2012

... Futebol - Pontos Corridos ...

Existem varias formas de competições por ai, das mais diversas modalidades, cada uma com um regulamento e seguindo suas próprias regras, dentro de seu esporte em especifico.

Entre uma das formas está o sistema de pontos corridos. Sim é o que vemos no brasileirão desde uns tempos pra cá. Pra mim a melhor fórmula de disputa, é a forma mais justa e mais leal. Se tratando de grandes clubes, que investem em craques, buscam patrocinadores, fazem um mega planejamento antes, durante e até mesmo depois das temporadas, este sistema de disputa é o melhor e mais indicados.
Assim acaba tornando os jogos mais emocionantes, o pior time pode surpreender e ganhar do melhor ou o que está mais acima da tabela mostrar realmente que é superior não só em numeros mas entre as 4 linhas, todo jogo pode ser uma decisão.

Vimos em 2011 a grandeza e emoções que esse sistema de pontos pode proporcionar a um campeonato, faz o Brasil ter a mesma fórmula de sucesso e disputa dos grandes campeonatos da Europa, mostrando que não somente no exterior que temos vários clubes com chances reais de titulos nas ultimas rodadas. Isso serve pra atrair grande publico que vai em massa prestigiar o esporte nos estádios, comprando faixas de campeões mesmo com possibilidades remotas de não serem os campeões.


O planejamento em campeonatos assim tem de ser muito melhor, foco nos jogadores de seu time é o que vai fazer toda a diferença, trabalhando e dando enfases a especialidade de cada atleta, tentando achar assim a formula do sucesso pra aguentar o turno e returno de um campeonato em pontos corridos, é o tal de performance de alto nível, e não, não tem como manter o mais alto pico durante um campeonato inteiro e longo assim, então planejamento e tentar o mais alto equilibrio em uma equipe é o que pode fazer dar certo.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

.. Profissional de Educação Fisica ...

Profissional de Educação Física, bah essa é complexa, antes de conhecer o real dessa modalidade, dessa matéria e desse curso, todos tem a noção de que de uma forma ou de outra é um profissional que chega e larga a bola, não educação física nao é so isso.

De uma forma geral é o que a galera pensa, que educação fisica é jogar bola o que na verdade é totalmente o contrario, não jogamos bola. Isso vem de berço, ou melhor de experiencias vividas de uma forma paralela nos mostrada durante nossa vida, sim aqueles professores que chegam, largam a bola e colocam galera a jogar futebol de qualquer jeito.

Todo professor que foi formado tem capacidades de fazer com que todos seus alunos desenvolvam capacidades motoras necessaria para os movimentos diarios de cada ser, dos mais desengonçados ate os mais "metidos" que costumam ser os mais evoluidos a nivel motor.

O mais complexo nisso tudo é o fato de que nós profissionais devemos saber como proceder nesses casos, um processo pedagogico correto durante os fundamentos. Quem estudou sabe, e quem passou por cima disso, ta perdido ...


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

.. Vai procurar sua turma ...


Geralmente, quando alguém está em descordo com nossas idéias, fazendo muito zunido em nossos ouvidos e acrescentando quase nada ao nosso bem-estar, caímos na tentação de despachá-lo com uma frase grosseira: "vá procurar sua turma".

O ofendido, na verdade, acaba de receber um sábio conselho. A vida é curta demais para dedicarmos tempo e afeto a quem não nos apóia, não nos incentiva, não nos enxerga. É claro que é saudável conviver com todas as tribos, pois todas têm algo a ensinar, mas aquela meia-dúzia de pessoas que realmente contam, aquelas que elegeremos como uma nova família, essas têm que ter uma alma gêmea, e não estou fazendo aqui propaganda do site em que nos encontramos nesse instante. 

A família genética não é escolhida. Pai, mãe, irmãos, tios e avós são herdados involuntariamente. Criamos com eles laços profundos e eternos, mas nem sempre o vínculo sangüíneo preenche nossas carências. Mesmo amando nossos progenitores, as visões de mundo tendem a ser antagônicas. Ao descobrir que, mesmo sendo amados, continuamos solitários, é hora de sair em busca da nossa família psíquica. 

No livro "Mulheres que correm com os lobos", a psicanalista Clarissa Estés analisa esse estigma do patinho feio, aquele que era diferente de todos porque, na verdade, não era um pato, mas um cisne. Muitas vezes sentimos a sensação de estar deslocados, mesmo entre familiares, pois ninguém consegue confortar nossa angústia ou compartilhar os mesmos sonhos. O segredo é sair em busca da nossa turma, procurar outros cisnes, a quem também chamaremos de irmãos. 

A sociedade classifica os grupos por classe social, cor e religião. Na verdade, devemos buscar nossos pares não entre pretos ou brancos, entre ricos ou pobres, mas entre os que gostam de poesia, ou os que gostam de esportes, ou os que fazem música, os que meditam, os que têm bom humor, os que preferem a natureza. Só então, convivendo tanto com a família genética quanto com a família psíquica, esta com quem nos afinamos espontaneamente, é que teremos a sensação de estar fazendo parte de um todo. 

Da próxima vez que alguém lhe disser "vá procurar sua turma", sorria e agradeça o toque. 

Martha Medeiros 

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

.. Analise da Letra - Everest ...

 Everest - Fernando e Sorocaba (Part. Luan Santana)


Eu vou contar meu segredo (hi la vem o fofoqueiro)
Falar para o mundo inteiro
(vai contar pra vizinha do 401 pra poupar trabalho)Tatuar o seu nome
(pra virar noticia no Ego e depois tirar com laser)
Roubar o seu beijo
(não pode né mas como é um infrator vai encarar sem consentimento da moça e arriscar ser banido de reality show)
Porque eu te amo sem medo
(é aposto que ela é gatinha, ai vai sem medo)

Quer saber
(isso é uma pergunta?)
Faço de tudo para te merecer
(depois da tatuagem tem de merecer mesmo)
Quer saber
(de novo a mesma pergunta?)
O impossível é pouco para você
("nada é impossivel" logo NADA pra vc) \o/

Vou escalar o Everest com uma mão só
(momento fuck year)
Atravessar o oceano em um barco de papel
(se ate barcos gigantes afundam magina de papel)
Se for preciso eu posso até roubar um avião
(discipulo de Bin Laden, só torcer pra não atacar prédios)
Pra te levar pro céu
(quer levar pro céu, mais fácil usar um foguete, vai mais rápido)

Eu corro a cento e vinte com o carro na contra mão
(e tomou a multa)
Eu me lanço ao vento do décimo quinto andar
( vai na sorte e na lei de mirar o chão e errar )
Aprendo a voar pra te provar
( ta vendo, ele leu realmente Guia do Mochileiro )
Que a fé move montanhas
(Que não precisam ir ate Maomé)
E eu movo o mundo para te amar
( se achando o Hulk Uu )

Eu atravesso o universo mudo o meu destino por você, por você
( ta paxonado mesmo, ja era )
 

Depois de tudo isso resumindo: o cara além de ser foda, vai ter 300 infrações e pagar multas, alem de ter morrido  =S .. TRÁGICO ...